Sinteam

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas

Assembleia rejeita novamente proposta de reajuste do Governo

06/04/2018 01:23
Imprimir email
Pelo menos 8 mil trabalhadores da educação rejeitaram, hoje, em assembleia geral, a nova proposta do Governo do Estado de 15,53% de reajuste salarial apresentada ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (SINTEAM) e ao comando de greve, na última quarta-feira. A categoria pede, agora, 27,5% pagos até o fim de 2018. O valor é referente às perdas salariais de 2015, 2016, 2017 e 2018.

Na última quarta-feira, o governo propôs aumentar os salários em 15,53%, sendo 7,41% a contar do dia 1° de março desse ano e os outros 8,12% a partir de 1° de setembro.

"Precisamos levar a nossa proposta novamente para o Governo", disse o secretário de organização do SINTEAM, Cleber Ferreira.

Propostas do SINTEAM para o governo.

• Manutenção do Plano de Saúde;

• Aumento no vale-alimentação passando de R$ 220 para R$ 420 para todos os servidores em atividades na escola e R$ 220 para demais funcionários da SEDUC. 

• Promoção vertical, por titularidade, de 3.516 funcionários.

• Pagamento integral do vale transporte, sem o desconto de 6%.

• Composição de Grupo de Trabalho, com representantes do SINTEAM, para revisão do Plano de Cargos da categoria.

• Comissão, também com a presença do SINTEAM, para implementar as promoções horizontais, por tempo de serviço;

• Repasse de sobras do FUNDEB;

• Reajuste do Auxílio-localidade;

• Negociação das faltas dos dias paralisados. 


Pesquisa pelo site

Pesquisar

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail