Sinteam

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas

SINTEAM realiza assembleias no interior e decide sobre contraproposta de reajuste do governo

26/03/2019 19:51
Imprimir email

Além da capital, que realiza assembleia com os trabalhadores que moram em Manaus, amanhã, dia 27, às 16h, na quadra do IEA, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (SINTEAM) está reunindo, também, os associados no interior.

Nova Olinda, Tefé, Itacoatiara, São Paulo de Olivença, Parintins e Humaitá farão assembleia durante a semana para decidir se aceitam a contraproposta do governo do Estado para os servidores da SEDUC, que ofereceu 3,93% de reajuste e pagar as progressões verticais e horizontais. A informação é da presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (SINTEAM), Ana Cristina Rodrigues.

"Estamos em processo de negociação com o governo. A mesa de negociação continua aberta mas é necessário levar as informações e decidir junto com a categoria. O governo se diz aberto a conversar e tentar sanar as outras pautas. Continuamos a dialogar", disse Ana Cristina.

A assembleia de Eirunepé, realizada ontem, rejeitou a proposta e manteve o percentual de 15% mais as demais pautas de reivindicação, entre elas:  reajuste do vale alimentação, vale-transporte para todos os trabalhadores, reajuste do auxílio-localidade, extensão do plano de saúde para aposentados e progressões horizontais e verticais.

O governo alega ter ultrapassado o limite de gastos com servidores e afirma que só poderá fazer a reposição da inflação, com 3,93%.

O SINTEAM reivindica 15% baseado no estudo do DIEESE, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e o percentual de perda do poder de compra do período entre 2015 e 2018, quando a categoria ficou sem nenhum reajuste salarial.



Pesquisa pelo site

Pesquisar

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail