Sinteam

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas

Depois de 10 dias, SINTEAM e comando de greve conquistam 27,02% de reajuste salarial

06/04/2018 21:28
Imprimir email

Professores, pedagogos, merendeiros, auxiliares administrativos, vigias, entre outros profissionais da rede estadual de ensino vão ter 27,02% de rajuste salarial. O percentual foi uma proposta do SINTEAM, do comando de greve e da categoria definido ontem, dia 6, na assembleia geral realizada pelo sindicato. 

A primeira e segunda propostas do governo - de 4,57% e 15,53% - foram rejeitadas pela categoria. 

"É uma vitória da educação. Tivemos que endurecer, fazer greve, deixar nossos alunos sem aula pra pedir um aumento digno para nossa categoria, mas a luta valeu à pena", disse o presidente do SINTEAM, Marcus Libório, que foi notificado pela Justiça na manhã de hoje para suspender a greve.

Além do percentual, a categoria terá promoção por titularidade de 3.516 servidores, plano de saúde, reajuste de 95% no vale-alimentação, pagamento integral do vale-transporte, revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), auxílio localidade e negociação das faltas do período de greve.

Percentual
O reajuste será parcelado. Serão 7,41% a contar de 1°. de março, 8,12% a contar de 1°. de setembro e 9,38% a contar de 1°. de janeiro de 2019. 

"Com os juros sobre juros, o percentual de reajuste chega a 27,02%, o equivalente às perdas de 2015, 2016, 2017 e 2018", explicou o secretário de organização do SINTEAM, Cléber Ferreira. 

O deputado estadual Sinésio Campos garantiu que a ALE vai prever o reajuste na Lei Orçamentária deste ano.




Pesquisa pelo site

Pesquisar

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail