Sinteam

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas

Seminário explica números do Estado para trabalhadores da Educação

01/04/2018 02:19
Imprimir email

Pelo menos 100 pessoas participaram do Seminário “Estudo dos números apresentados pelo governo referentes à educação”, na tarde de hoje. O evento foi realizado pelo SINTEAM e comandos de greve zonais e teve como palestrante o economista e supervisor técnico do Dieese-AM, Inaldo Seixas.

Os trabalhadores da educação estão em greve desde a última segunda-feira, 26, e pedem 35% de reajuste salarial. Eles não têm aumento no salário desde 2014. Também reivindicam reajuste no vale alimentação de R$ 220 para R$ 600 para equiparar com o valor concedido aos policiais militares, esse ano.

Na última quarta-feira, 28, os trabalhadores tiveram mais uma rodada de negociação com o governo do Estado. O secretário executivo da SEDUC, Marcelo Campbell, propôs pagar 4,57% de reajuste imediato e parcelar 10% ao longo do ano. Na segunda-feira, a categoria decide em assembleia geral, se aceita ou não a contra-proposta.

O SINTEAM tem a consultoria do DIEESE em todas as negociações. De acordo com o órgão, o acumulado de perdas dos últimos quatro anos – de março de 2014 a fevereiro de 2018 - foi de 28,05%.

Inaldo mostrou também números como o orçamento geral do Governo do Amazonas, receita ao longo dos anos e indicadores do Fundeb.

Embora os valores tenham aumentado, ele explicou as limitações que a Lei de Responsabilidade Fiscal impõe. “Se aumenta o pagamento com pessoal, isso vai pros números gerais, e reflete no limite prudencial”, disse.

A proposta do SINTEAM é realizar encontros como esse, permanentemente, a cada dois meses.



Pesquisa pelo site

Pesquisar

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail