Sinteam

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas

Professores de Itapiranga ameaçam greve se não houver diálogo por reajuste salarial

17/08/2018 19:51
Imprimir email
Professores de Itapiranga ameaçam greve se não houver diálogo por reajuste salarial

Pelo menos 1 mil alunos da rede municipal de ensino de Itapiranga estão sem aula. O motivo é a paralisação de professores que estão há 2 anos sem reajuste salarial. A prefeita da Cidade, Denise Farias Lima, sequer recebe a categoria para negociar. “Nós já tentamos conversar de todo jeito, inclusive propusemos diminuir o percentual para 5%, e mesmo assim ela não responde. O secretário de finanças Fábio Queiroz diz que não pode reajustar pois vai cometer crime de responsabilidade fiscal”, disse a professora Ocy Chaves de Castro, da comissão de negociação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas  (Sinteam).

A categoria tem Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, data base no dia 1 de março e reivindica 6,81% de reajuste. O percentual é o mesmo do piso nacional do magistério.

De acordo com Ocy, aproximadamente 80 professores de dez escolas paralisaram suas atividades e contam com o apoio dos pais dos alunos. Ainda hoje, eles decidem em assembleia, se vão fazer greve a partir da próxima segunda-feira até iniciar o diálogo com a prefeita.

Além da professora Ocy, fazem arte da comissão os professores Valdiney Santos Melo e Danilo Mendonça dos Santos.


Pesquisa pelo site

Pesquisar

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail