Sinteam

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas

Em assembleia, categoria decide denunciar desvalorização dos trabalhadores em educação e participar do ato unificado do dia 23 de março

06/03/2018 00:49
Imprimir email
Em assembleia geral realizada hoje, dia 05 de março, trabalhadores em educação decidiram manter as pautas junto à SEDUC e SEMED, realizar assembleia Consultiva Setorial para sócios e não sócios, chamar uma coletiva de imprensa para denunciar para a sociedade a desvalorização dos trabalhadores em educação e mobilizar para o Ato Unificado com as demais categorias de servidores públicos, dia 23 de março.

Na Semed, além da data-base, que vence no dia 1º de maio, o sindicato pede o reajuste do vale-alimentação, o cumprimento do HTP e o enquadramento dos servidores. Já na Seduc, a prioridade é o reajuste salarial de, no mínimo, 30%. Mas a categoria também pede o enquadramento por titularidade, as promoções por tempo de serviço, o reajuste no valor do vale alimentação e a retomada do benefício para os servidores que tiveram o Sodexo suspenso ainda na gestão do governador José Melo, a retirada no desconto de 6% do vale transporte no contracheque e o cumprimento da gratificação de localidade. A diretoria também incluiu na pauta a retomada da Comissão Paritária para discutir a reformulação do PCCR.

De acordo com o presidente do Sinteam, Marcus Libório, o sindicato está em negociação tanto com a Semed quanto com a Seduc e essa semana deve retomar a conversa com o Estado para tratar do percentual de reajuste.


Pesquisa pelo site

Pesquisar

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail